Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 14 de julho de 2016

    NOVA ALVORADA DO SUL| Tropa de choque chega para despejo e impede aproximação da imprensa

    Ônibus com homens da tropa de choque chegaram por volta de 9h em Nova Alvorada (Foto: Leandro Medina/Correio do MS)

    Ocupando três ônibus, pelo menos cem homens da tropa de choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul chegaram por volta de 9h desta quinta-feira em frente à fazenda Bordon, no município de Nova Alvorada do Sul, a 120 km de Campo Grande, para despejar famílias sem-terra que ocupam a área desde dezembro. Máquinas retroescavadeiras também estão no local para derrubar os barracos.

    A operação é comandada pelo coronel Marcos Paulo. A fazenda fica na margem da BR-163. Repórteres que foram ao local para acompanhar a reintegração de posse foram impedidos pelos policiais de se aproximarem. A “ordem” é para que nenhum policial seja fotografado ou filmado na ação.

    Além da tropa de choque da PM, três equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), uma equipe do Corpo de Bombeiros e integrantes do Conselho Tutelar acompanham o despejo.

    A fazenda Bordon está ocupada desde dezembro do ano passado. Em maio deste ano, após a justiça de Nova Alvorada determinar a reintegração de posse, as famílias deixaram a área e foram para a estrada, mas depois voltaram a montar acampamento na fazenda.

    Localizada na altura km 394 da BR-163, a fazenda fica a 30 km da cidade de Nova Alvorada do Sul. As famílias que reivindicam a desapropriação são ligadas ao MAF (Movimento de Agricultura Familiar), MAC (Movimento de Agricultura Camponesa) e FNL (Força Nacional de Luta).

    O MSTB (Movimento Sem Terra Brasileiro), que também fazia parte da aliança para ocupar a área, deixou o acampamento em maio, segundo um dos líderes do movimento no Estado.




    Fonte: campograndenews
    Por: Helio de Freitas, de Dourados
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/tropa-de-choque-chega-para-despejo-e-impede-aproximacao-da-imprensa

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS