Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 16 de julho de 2016

    MIRANDA| Com feira tradicional, município completa 238 anos de história

    Miranda completa 238 anos de história. (Foto: Oblatos de Cristo Sacerdote)

    Miranda, a 201 km de Campo Grande, completa 238 anos neste sábado (16) com festividades que começaram na noite de ontem com a Fecir 2016 (Feira Ecológica Cultural Indígena e Rural).

    O evento que acontece no Parque de Exposições do município a partir de 19h30, terá show com a dupla Guilherme e Falcão. Na feira, terá exposições de carros antigos e hoje e domingo acontece a tradicional cavalgada ecológica.

    Amanhã (17) a dupla Lola e Vitória encerram a Fecir e as comemorações do aniversário. A entrada é franca.

    Com cerca de 27 mil habitantes, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Miranda está localizada próxima ao Pantanal e pertence à microrregião do município de Aquidauana.

    História 

    Segundo informações da Prefeitura de Miranda, o capitão João Leme do Prado e um grupo de pessoas desembarcaram na margem direita do rio, atualmente próximo à ponte do rio Miranda, escolhendo um sítio razoavelmente limpo para iniciar uma povoação e futuramente erguer um presídio. Estavam lançados os alicerces da vila Mondego, atual Miranda, precisamente no dia 16 de Julho de 1778.

    Por Lei Provincial de 07 de Outubro de 1871, a Vila de Miranda foi elevada à categoria de município de Miranda, pertencendo ainda todo o território que hoje compreende os municípios de Aquidauana, Rio Brilhante, Dourados, Ponta Porã, Nioaque, Amambaí, Bela Vista, Porto Murtinho, Bonito, Paranaíba, Jardim, Guia Lopes da Laguna e Três Lagoas, sendo então o maior município de Mato Grosso. 

    Nos primeiros 150 anos de existência de Miranda o rio foi o meio de transporte e que teve sua construção iniciada em 1905 na cidade de Bauru, passando por algumas mudanças em seu traçado nos anos de 1907 e 1908.

    Segundo o traçado definitivo, a ferrovia deveria chegar até Corumbá, na fronteira sul-mato-grossense com a Bolívia, o que só ocorreu na metade do século. Em 1914, foi concluído o trecho principal, ligando Bauru às margens do rio Paraguai, no local chamado Porto Esperança; o trecho restante, até Corumbá, somente foi concluído em meados da década de 1950.

    A estação de Miranda foi inaugurada em 31 de dezembro de 1912, tendo sido restaurada, primeiro pela Prefeitura Municipal e depois pelo Governo do Estado, abrigando hoje as secretarias de Turismo, Meio Ambiente e Recursos Hídricos; e de Habitação, assim como o Departamento Municipal de Trânsito.

    Com as mudanças em relação à Estrada de Ferro, ganhou importância a BR-262, que faz a ligação Corumbá/Bolívia e a região Sudeste do Brasil.



    Fonte: campograndenews
    Por: Renata Volpe Haddad
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/com-feira-tradicional-municipio-completa-238-anos-de-historia

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS