Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 11 de julho de 2016

    Marun reafirma interesse em se tornar presidente da Câmara Federal

    Ele diz que vai pleitear ser o nome do PMDB para a disputa

    deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) - Arquivo

    O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), reafirmou nesta manhã que gostaria de disputar a eleição para presidência da Câmara de Deputados, na a escolha do sucessor definitivo de Eduardo Cunha, que renunciou ao cargo na última quinta-feira (7). De acordo com Marun, ele está pleiteando que seu nome seja indicado pelo partido.

    Segundo o parlamentar sul-mato-grossense, ele está ciente de que a sua sempre defesa a Cunha, pode atrapalhar, mas está conversando com os colegas do partido e nesta terça-feira de manhã a legenda irá tomar sua decisão.

    “Dentro do PMDB estou com meu nome a disposição pelos meus companheiros. Sobre ter interesse, todos os cidadãos que entrem no exército querem ser general, então na verdade eu e os 512 claro que queremos ser o presidente da câmara. Nesta terça-feira (12), o PMDB irá se reunir a tomar uma decisão se terá candidato e quem será”, disse Marun.

    O parlamentar diz que espera que seu nome seja definido em consenso pela sigla. “Agora eu gostaria que meu nome seja aceito em consenso, acho que o partido deve ter esta definição até por que eu não quero ser candidato de mim mesmo. Estou participando das discussões e sei que tenho um ponto que deve me atrapalhar, que é o fato de eu ter me posicionado pela defesa de Cunha e evidente que isso vai me atrapalhar, mas também pode me ajudar, por que todos me conheceram e viram que eu não ando conforme o vento favorável sopra e tive coragem de me posicionar, mesmo indo ao contrario de muitos”.

    O deputado explicou que esta é uma eleição aberta em que cada um dos deputados pode se inscrever a vaga, como cada legenda definir um nome. A previsão, segundo ele é que de fato a eleição ocorra nesta quarta-feira (13), penúltimo dia antes da última sessão para entrar no recesso.

    “Este foi um pedido nosso para que não fiquei para depois do recesso e misture com o processo de impeachment. Na última sexta propusemos isso ao Maranhão [Waldir Maranhão – presidente interino da casa] e ele aceitou e deve confirmar nesta segunda. Isso é primordial, por que se ele fizer alguma 'Maranhãozisse' e adiar a eleição temos a quinta-feira para fazer”, destacou Marun.



    Fonte: Midiamax
    Por: Mariana Anjos
    Link original: http://www.midiamax.com.br/politica/marun-reafirma-interesse-se-tornar-presidente-camara-federal-307579

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS