Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 15 de julho de 2016

    Márcio Fernandes encerra o 1º semestre com prestação de contas à população

    Foto: Marco Miatelo

    Nesta quinta-feira (14), a Assembleia Legislativa realizou a última sessão ordinária do semestre, o deputado Marcio Fernandes (PMDB) fez um balanço, onde apresentou mais de 100 indicações e sete projetos de lei, onde dois, tornaram-se lei.

    De acordo com o deputado, todas as proposições foram feitas com o respaldo da população, e ainda destacou que além das reivindicações das comunidades nas ruas, cada vez mais tem aumentado os pedidos nas redes sociais, o que acaba sendo mais uma maneira de estar próximo dos municípios e bairros.

    “A indicação é um documento legislativo que tem como objetivo sugerir a outro Poder que adote providências, portanto é possível indicar aos órgãos competentes dificuldades de uma comunidade como: ronda policial, reforma de escola, ruas com buracos, posto de saúde, porém cabe ao Poder Executivo realizar”, explica o deputado.

    Segundo o deputado, das mais de 100 indicações apresentadas, uma média de 47% obteve resposta com êxito. “Ficamos contentes quando recebemos ofício de resposta que atendem nossa proposição, afinal é o pedido de uma comunidade que está recebendo esse respaldo”, comemora Fernandes.

    Emenda

    Ainda durante o 1º semestre, o deputado Marcio Fernandes destinou R$1,5 milhão de emenda parlamentar, foram 33 beneficiados, sendo na capital e 22 municípios do interior, são eles: Água Clara, Aquidauana, Amambai, Antônio João, Bataguassu, Bonito, Brasilândia, Cassilândia, Camapuã, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Coxim, Glória de Dourados, Itaquiraí, Jaraguari, Maracaju, Nioaque, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde e São Gabriel do Oeste.

    Marcio Fernandes investiu na área da saúde, educação e assistência social, através de UTI móvel, equipamentos para hospitais, reforma de escola, computadores, equipamentos para entidades, entre outros.

    Judô Nota Dez

    Criado pelo parlamentar em 2007, que também é faixa preta no judô, o projeto social Judô Nota Dez, também teve um balanço positivo neste 1º semestre, o número de polos em Mato Grosso do Sul, aumentou em torno de 25%, sendo 54 polos em vários municípios do Estado, que beneficiam com aulas gratuitas de judô mais de 5 mil crianças e adolescentes. Além das aulas, o deputado realizou entrega de quimonos e troca de faixas.




    Fonte: ASSECOM
    Por: Wanessa Derzi

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS