Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 16 de julho de 2016

    Garota de 14 anos confessa que matou mulher com tiro, mas "sem querer"

    Corpo foi encoberto pela PM e permaneceu no local até a chegada da perícia (Foto: Divulgação PM)

    Uma adolescente de 14 anos foi apreendida e confessou ter matado uma mulher de 40 anos com um tiro na cabeça, na noite desta sexta – feira (16), Jardim Uirapuru, em Campo Grande. A vítima não teve a identidade revelada pela polícia.
    Conforme delegado Hoffman D’ ávila, namorado de
    adolescente é considerado coautor do crime(Foto:Arquivo)

    Conforme informações do delegado Hoffman D’ ávila, do SIG/DPC (Setor de Investigações Gerais do Departamento de Polícia da Capital), a garota é namorada de um traficante da região e a vítima era usuária de drogas. Em um provável acerto de contas, o namorado teria pedido a adolescente para “dar um susto” na mulher com uma arma dele.

    A garota disse que não sabia que a arma estava municiada e atirou contra a cabeça da vítima. Como os vizinhos ouviram o disparo, o casal fugiu. O crime foi em frente a casa do namorado da adolescente onde, segundo a polícia, funcionava um ponto de venda de drogas.

    De acordo com informações da Polícia Militar, moradores chamaram a polícia e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) quando viram a mulher caída.

    Ela chegou a ser socorrida, contudo, antes de ser removida do local para ser levada a uma unidade de saúde, não resistiu ao ferimento e morreu.

    Após duas horas de investigação, a polícia encontrou a adolescente na casa de uma irmã, já o namorado dela, que não teve a identidade divulgada, está foragido. A arma do crime também não foi encontrada.

    Na casa do casal, foram encontrados alguns papelotes de drogas e balanças de precisão. A polícia continua procurando o namorado da adolescente.




    Fonte: campograndnews
    Por: Luana Rodrigues
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/garota-de-14-anos-confessa-que-matou-mulher-com-tiro-mas-sem-querer

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS