Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 7 de julho de 2016

    Depois de lutar com assassino, taxista morre com mais de 10 facadas

    A vítima chegou a pedir socorro, mas não resistiu 

    Foto: WhatsApp

    Um taxista de 75 anos foi morto a facadas na tarde desta quinta-feira (7) depois de lutar com o assassino em Dourados, a 226 quilômetros de Campo Grande. Segundo testemunhas, Valdir Luiz da Silva, vulgo 'Zé Rico', foi ferido durante a briga com o suspeito, chegou a pedir socorro, mas morreu antes de receber atendimento médico.

    Populares narraram que Silva lutou com o assassino dentro e fora do seu veículo de trabalho, um Voyage, mas acabou atingido no pescoço, no rosto e nos braços. Ferido, o homem correu em frente a uma quitinete pedindo ajuda, uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionada, mas o taxista morreu antes de ser atendido. A perícia encontrou pelo menos 10 perfurações no corpo do homem. 
    Foto: WhatsApp

    Testemunhas afirmaram que depois do crime, o assassino fugiu correndo e abandonou a faca usada no crime próximo a uma universidade da cidade. Em virtude as portas abertas do veículo, a polícia acredita havia mais de um passageiro no táxi no momento do assassinato e agora investiga a motivação do crime.
    Foto: WhatsApp

    Imagens do circuito de segurança da universidade próxima ao local do crime foram solicitadas pelas equipes de investigação, que ainda procuram pelo autor do crime. 

    Conhecido na cidade como ‘Zé Rico’, Valdir Luiz da Silva trabalhou como motorista de ambulância na Secretaria Municipal de Saúde e atualmente trabalhava em um ponto de táxi no centro da cidade.
    Foto: WhatsApp



    Fonte: Midiamax
    Por: Geisy Garnes e André Bento, de Dourados
    Link original: http://www.midiamax.com.br/policia/lutar-assassino-taxista-morre-mais-10-facadas-307273

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS