Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 23 de julho de 2016

    Concorrência para seleção do curso técnico em agronegócio atinge 6 candidatos por vaga em Campo Grande

    Antes mesmo de acabar as inscrições, já são 6 candidatos por vaga na disputa da Rede E-Tec do Senar/MS em Campo Grande

    Divulgação

    As inscrições para o curso Técnico em Agronegócio da Rede E-Tec terminarão no dia 26 de julho. Entretanto, até o dia 20 deste mês, já haviam 242 inscritos no processo seletivo da instituição para o polo em Campo Grande, localizado no Sindicato Rural do município. Com isso, a concorrência já atinge 6 candidatos por vaga, já ultrapassando inclusive as disputas para cursos universitários.

    O curso, oferecido pelo Senar – Serviço de Aprendizagem Rural, dispõe de 360 vagas para o processo seletivo no polo em Campo Grande, tem duração de dois anos e é realizado em parceria com o MEC - Ministério da Educação, por meio da Rede E-Tec Brasil, inserida no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. São 40 vagas para o curso na Capital. 

    A concorrência verificada no curso técnico do Senar já ultrapassa, por exemplo, o nível visto na UEMS – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, em 2015, em cursos de nível superior, como Ciências Sociais, Letras, Ciências Biológicas e História.

    Para o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Ruy Fachini, o sucesso no número de inscritos prova que o setor está cada vez mais tecnificado. “Hoje, o maior gargalo na agropecuária é a falta de mão de obra especializada. A concorrência desta capacitação comprova que as pessoas estão vendo no campo uma oportunidade de carreira consolidada, mas que exige dedicação”. Desde que foi lançado, há menos de dois anos, o curso tem uma aprovação crescente, com processos seletivos cada vez mais concorridos.

    A afirmação de Fachini é comprovada pelo resultado no mercado de trabalho na capital sul-mato-grossense. De acordo com os números do MTE – Ministério do Trabalho e Emprego, em maio deste ano, o setor gerou 175 postos de trabalho na agropecuária, gerando um saldo positivo de 14 empregos, sendo o segundo setor a apresentar este resultado, ficando atrás apenas do resultado visto no segmento de serviços industrias de utilidade pública.

    Ao longo do ano, de acordo com o relatório do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Campo Grande registrou 886 admissões na área rural, gerando um saldo de 22 empregos. “Isso significa que o campo é empreendedor e gera emprego e renda”.

    Um exemplo de mudança de vida com o curso do Senar está na trajetória pessoal de Orlando Bianchi da Costa, que não conseguiu concluir a faculdade de agronomia por não poder conciliar o horário das aulas com a rotina de trabalho. “Meu pai é zootecnista, por isso, cresci em contato com o meio rural. Resolvi fazer o curso devido à facilidade de ser à distância. É muito gratificante ver o esforço do pessoal pra oferecer esse curso. O agronegócio é um campo de muitas possibilidades e oportunidades e o curso vai me ajudar nisso”, acrescenta.

    Serviço

    Para se inscrever no curso da Rede E-Tec o único requisito é ter o Ensino Médio completo. O edital da seleção está disponível no portal ETEC/SENAR, onde também são feitas as inscrições. A seleção para o Curso é feita por meio de provas de Matemática, Português e uma Redação.

    As provas individuais são aplicadas no polo onde o candidato pretende uma vaga. No ato da inscrição também deve ser agendado o dia e horário das provas.



    Fonte: ASSECOM
    Por: Tarcisio Silveira

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS