Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 22 de julho de 2016

    Coluna do Roberto Costa



    SAI DE CENA – Depois da tentativa de ser prefeito de Fátima do Sul, dois mandatos de deputado estadual, ter sido secretário de Estado de Saúde, dois anos de deputado federal, dois mandatos de prefeito de Campo Grande e dois de governador, André Puccinelli está saindo da política. 

    SUCESSOR – Três nomes estão no topo da disputa pelo comando da liderança peemedebista no Estado: os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet, e o presidente da Assembleia Legislativa Oswaldo Mochi Junior. 

    FORTALECIDO – O nome do ex-superintendente do SEBRAE, Cláudio Mendonça, indicado pelo Partido da República para compor a chapa encabeçada pela Professora Rose Modesto, será consagrado candidato à vice. 

    SEM BARGANHA – A pré-candidata à prefeita de Campo Grande descartou quaisquer possibilidades de ceder a vaga de vice para outra agremiação para compor com o PSDB nas eleições de outubro. 

    SACRIFÍCIO – Marcos Alex Azevedo de Melo (Alex do PT), mesmo sabendo que os números dificilmente serão favoráveis ao Partido dos Trabalhadores, aceitou o desafio de ser jogado aos leões no dia 2 de outubro. 

    REVERSO – Depois de ter prometido ir às Nações Unidas defender Bernal caso ele fosse afastado do cargo, o ex-líder do prefeito na Câmara agora o acusa de ser “Imperador”, “Rei dos buracos”. 

    OLHO NO FUTURO – A participação do petista na disputa pelo comando da prefeitura de Campo Grande é uma estratégia inteligente que visa cacifa-lo para as eleições de 2018 (deputado estadual). 

    INVESTIGAÇÃO – Dizem que o Ministério Público estaria de olho na deflagração extemporânea da campanha política do prefeito Alcides Bernal, através de um tabloide que está sendo distribuído aos domingos. 

    PROPAGANDA POLÍTICA – Com notícias exaltando os ‘feitos’ bernalistas, o tabloide em questão não tem expediente e estaria fazendo uso da mão de obra de servidores da municipalidade. 

    LIMPEZA – Por conta da ação legislativa sem resultado nos últimos três anos e sete meses, o eleitorado campo-grandense promete realizar uma faxina jamais vista na Câmara Municipal de Campo Grande. 

    SÃO TOMÉ - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai descontar o dia de trabalho dos deputados que faltarem às sessões de votação no plenário da Casa após o retorno do recesso branco. 

    SEM CRISE - O Governo do Estado prepara um pacote de investimentos em infraestrutura de aproximadamente R$ 2,7 bilhões para melhorar a logística de Mato Grosso do Sul. 

    CONFIRMAÇÃO - O anúncio do investimento foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja durante a abertura do Circuito InterCorte em Campo Grande – evento itinerante que debate a cadeia produtiva da carne nos principais polos de produção pecuária do Brasil. 

    PAULO COELHO – “Faça sua parte e não se preocupe com os outros. Acredite que Deus também fala com eles, e que eles estão tão empenhados quanto você em descobrir o sentido da vida”. 

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS