Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 6 de julho de 2016

    CCR MSVia integra equipe de MS em competição nacional de salvamento

    Divulgação

    Entre os dias 7 e 9 de julho, acontece em Franco da Rocha, município da Grande São Paulo, o Desafio Nacional de Salvamento Veicular e de Trauma 2016. Mato Grosso do Sul estará representado por duas equipes lideradas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado. Uma dessas equipes contará com a participação do coordenador médico da CCR MSVia, Stephen Reverdito. O evento selecionará as duas equipes brasileiras que representarão o Brasil na modalidade de trauma no Desafio Mundial de Resgate, que será realizado em Curitiba (PR), no final de outubro.

    Segundo o coordenador médico da CCR MSVia, a competição apresenta uma excelente oportunidade para integrar as diversas instituições envolvidas com salvamento e trauma, incentivando o trabalho conjunto e o constante aprimoramento técnico de todos.

    “No dia-a-dia já enfrentamos situações em que a ação conjunta é essencial para salvar vidas com rapidez, eficácia e espírito de equipe”, diz o médico Stephen Reverdito. “A competição permite que aprimoremos ainda mais essa integração, com maior troca de experiências, fortalecimento de vínculos profissionais e novas possibilidades de aprendizagem”.

    De acordo com o médico, disputarão a competição equipes especializadas em resgate de todo o País. Cada uma delas é formada por sete integrantes entre médicos, bombeiros e socorristas que participarão de um atendimento simulado classificatório. Após cada atendimento, será feito um briefing com a equipe e os avaliadores, onde serão apontados os principais pontos da ação.
    Divulgação

    “Atores especialmente preparados, inclusive com maquiagem, participarão como ‘vítimas’ de situações simuladas de acidente, exigindo ação efetiva das equipes, como se estivessem atuando em cenários reais de crise”, explica o médico da CCR MSVia. “Uma comissão julgadora avaliará o desempenho de cada membro da equipe e do grupo como um todo, considerando rapidez, eficiência e assertividades das ações”.

    Os dez times com melhor pontuação passarão para a fase final, em que deverão fazer um novo atendimento. Os dois primeiros serão selecionados para participar do desafio mundial que acontecerá em Curitiba.

    O Desafio Nacional é organizado pela Associação Brasileira de Resgate e Salvamento (ABRES) em parceria com a Escola Superior de Bombeiros (ESB) e o Ministério da Saúde. A competição segue as diretrizes da Organização Mundial de Resgate (WRO) e conta com a participação de 35 vagas, 20 para o SAMU e 15 para profissionais do resgate do corpo de bombeiros, serviços privados de atendimento pré-hospitalar (APH) e de concessionárias de rodovias.

    Já o Desafio Mundial de Resgate (World Rescue Challenge – WRC), que acontecerá em outubro, no Brasil, é o maior evento mundial de competição envolvendo resgate e salvamento em ambiente simulado. Está projetado para reunir as melhores equipes de resgate e salvamento de vários países de todos os continentes. Os competidores devem realizar provas envolvendo situações de desencarceramento, trauma e resgate em água e altura. Além de promover o intercâmbio de experiências, o Desafio incentiva novas técnicas e novos equipamentos, ao mesmo tempo em que prepara profissionais para que atuem com cada vez mais qualificação, reduzindo assim a mortalidade dos acidentes.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS