Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 12 de julho de 2016

    CCR MSVia e Bombeiros de MS formam quinta melhor dupla em competição nacional

    Coordenador Médico da CCR MSVia, Dr. Stephen Reverdito, de roupa laranja - Foto: Evandro Monteiro/Digna Imagem

    A integração entre a CCR MSVia e o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul rendeu lugares de destaque para as equipes sul-mato-grossenses que participaram do Desafio Nacional de Salvamento Veicular e de Trauma 2016, realizado em Franco da Rocha (SP), entre os dias 7 e 9 de julho.

    O representante da CCR MSVia foi o coordenador médico do Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU, Stephen Reverdito. Ele fez dupla com o sargento bombeiro Hamilton Ribeiro e, juntos, conquistaram o 5º lugar na categoria ‘Trauma’. A equipe também integrada pelo médico conquistou, ainda, o 6º lugar na categoria ‘Resgate Veicular’.

    Para o médico, a participação no campeonato permitiu aos profissionais de MS terem contato com técnicas diferentes utilizadas em vários estados, podendo assim aprimorar as práticas de resgate.

    “Durante a competição utilizamos materiais e equipamentos recém-lançados no mercado e que serão empregados nos procedimentos de resgate e trauma em todo Brasil, ou seja, novas tecnologias que teremos à disposição para incrementar o atendimento aos nossos usuários na BR-163/MS”, explica Reverdito.

    A competição realizada em São Paulo serviu para selecionar as duas equipes brasileiras que participarão do Desafio Mundial de Resgate, que acontecerá em Curitiba (PR), no fim de outubro.

    O desafio seguiu as diretrizes da Organização Mundial de Resgate (WRO) e contou com a participação de 35 equipes, 20 para o SAMU e 15 para profissionais do resgate do corpo de bombeiros, serviços privados de atendimento pré-hospitalar (APH) e de concessionárias de rodovias.

    Mesmo não ficando entre os dois primeiros, a equipe sul-mato-grossense melhor colocada ainda pode ser chamada para integrar o time brasileiro no Desafio Mundial.

    “Nossa classificação foi muito boa, o que daria chance de sermos chamados para o mundial em função da nossa pontuação”, diz o médico. “Aguardaremos agora as equipes estrangeiras, pois, dependendo do resultados classificatórios, podemos ser chamados por melhor desempenho”.

    O Desafio Mundial de Resgate (World Rescue Challenge – WRC) é o maior evento mundial de competição envolvendo resgate e salvamento em ambiente simulado. Está projetado para reunir as melhores equipes de resgate e salvamento de vários países de todos os continentes. Os competidores devem realizar provas envolvendo situações de desencarceramento, trauma e resgate em água e altura. Além de promover o intercâmbio de experiências, o Desafio incentiva novas técnicas e novos equipamentos, ao mesmo tempo em que prepara profissionais para que atuem com cada vez mais qualificação, reduzindo assim a mortalidade dos acidentes.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS