Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 8 de julho de 2016

    Câmara dá prazo para Durães se defender sobre pedido de cassação

    Sete requerimentos pedem a cassação de Roberto Durães. (Foto: Arquivo)

    O vereador Roberto Durães (PSC) será notificado ainda hoje para apresentar defesa , em até 10 dias úteis, sobre acusações de quebra de decoro parlamentar, por ofensas envolvendo a mãe do prefeito Alcides Bernal (PP). Na sessão de 3 de maio, Durães disse em tribuna conhecer a mãe de Bernal "no silêncio dos edredons", o que motivou protestos de movimentos sociais e mulheres, além de sete pedidos de cassação protocolados.

    O presidente da Comissão Permanente de Ética e Decoro Parlamentar, vereador Marcos Alex (PT), adiantou que outros parlamentares "acusados de participação indireta nas ofensas", foram retirados do caso. "Entendemos que a questão cabe única e exclusivamente ao Duraes", adiantou o petista.

    Para iniciar os trabalhos, uma reunião na tarde de ontem (7) definiu Herculano Borges (SD) como relator da Comissão. Conforme o vereador Marcos Alex, os sete pedidos de cassação foram reduzidos a apenas um. Após 20 de junho, o trabalho estará voltado a analisar os argumentos de defesa apresentados por Durães, que serão apreciados também pelos demais integrantes da Comissão: Chiquinho Telles (PSD), Ayrton Araújo (PT) e Vanderlei Cabeludo (PMDB).

    Conforme o presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha (PSDB) as possíveis sanções previstas pelo regimento interno da Casa, em caso de quebra de decoro parlamentar, vão desde uma simples advertência, até uma possível cassação de mandato. Apesar do pedido público de desculpas feito por Roberto Durães a Alcides Bernal (PP), pesa sobre o vereador o fato de ter ofendido uma senhora de 87 anos, que sequer conhecia pessoalmente.

    Histórico 

    Na ocasião, as palavras de Durães foram duras e proferidas junto de um sorriso irônico: “vou dar um recado para o prefeito. Eu conheço muito a senhora mãe dele, viu? Eu conheço demais aquela senhora mãe dele. Como eu conheço! Isso aqui é uma corja? Fala pra mãe dele quem eu sou que a mãe dele vai dizer sou eu, ainda mais no silêncio dos edredons”, afirmou.

    O discurso do vereador seria em resposta a uma afirmação de Bernal. “Hoje o prefeito disse que essa casa aqui é uma corja.”, disse Durães, antes de iniciar as ofensas ao prefeito e sua mãe. Defensor da tradicional família, o último texto protocolado pelo vereador na casa de leis foi o pedido de um título de visitante ilustre ao deputado federal Jair Bolsonaro, seu colega de partido que deverá vir a Campo Grande em maio.

    Quem é Durães? 

    Roberto Durães, assumiu a cadeira de vereador após a cassação de Thaisa Helena (PT), de quem era suplente, com 1.890 votos. Recentemente o ex-petista migrou para o Partido Social Cristão. Em seu primeiro mandato, o parlamentar é conhecido pelos calorosos discursos em que, normalmente aos berros, defende a moralidade. Também não foi a primeira vez que o vereador atacou o prefeito da Capital. Nas últimas semanas, o parlamentar chamou o prefeito de "satanás" e "Alcides Infernal".



    Fonte: campgorandnews
    Por: Alberto Dias
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/camara-da-prazo-para-duraes-se-defender-sobre-pedido-de-cassacao

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS